Como lidar com a perda de um filho tão esperado

Dia 30 de Abril de 2016 numa consulta de ginecologista descobri minha primeira gravidez, mas o que eu não sabia é que já estava perdendo. Passei uma semana sangrando e sentindo dores fortes, mas eu tinha tanta esperança que acreditava que tudo ia ficar bem. Até que uma ida ao banheiro saiu o saco gestacional, foi horrível de acreditar, mas não questionei aquela situação apesar de ser algo tão desejado por mim. Meu marido não sabia como reagir aquilo mas foi super atencioso, carinhoso, e procurou cuidar de mim e tentar distrair minha cabeça. Me senti tão inútil, incapaz, vazia, como eu uma mulher criada pra isso poderia não ter segurado aquele bebê?  O que eu fiz de errado? Como eu poderia ter evitado? 
Não tive resposta pra nenhuma dessas perguntas mas eu confiei tanto em Deus que hoje grávida de 27 semanas e vivendo essa experiência maravilhosa entendo o porque certas coisas acontecem. As vezes não entendemos ou até nem queremos entender porque não queremos aceitar, mas confiar num Deus maravilhoso que cuida de nós foi minha base. Não podia ser tão egoísta ao ponto de achar que Deus só me amava porque fazia as coisas que eu queria, ou somente quando tudo dava certo pra mim. Se nós como pais também dizemos "NÃO" para nossos filhos para o seu bem, como Deus também não faria o mesmo? 
Óbvio,  queria saber se era menino ou menina, como seria se tivesse dado tudo certo, mas hoje não importa mais, aquilo ficou pra trás e eu preciso dar todo meu amor, dedicação,   carinho, cuidado a minha filha amada que esta vindo. ❤

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Afinal, gravidez é ou não doença?

O amor que nasce no parto ❤

Será que vou ser uma boa mãe?